Desde o começo da epidemia, até o fim de 2020, aproximadamente 77,5 milhões de pessoas foram infectadas pelo vírus com uma estimativa de mais de 34 milhões de óbitos.

    Muitos podem estar se perguntando: É sobre o Covid? Entretanto estamos falando de outro vírus mortal, causado pelo vírus HIV, a síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids).

    Atualmente, já temos bastante informações sobre o HIV/AIDS, mas mesmo assim existe ainda muito preconceito e paradigmas a serem superados.

    Mais de 40 anos após o início da epidemia da AIDS, elevados níveis de discriminação relacionados com o HIV persistem, e muito deste preconceito é relacionado a falta de informação das pessoas sobre a transmissão do HIV.

    O vírus HIV é transmitido por meio de relações sexuais (vaginal, anal ou oral) desprotegidas (sem camisinha) com pessoa soropositiva, ou seja, que já tem o vírus HIV, pelo compartilhamento de objetos perfuro cortantes contaminados, como agulhas, alicates, etc., de mãe soropositiva, sem tratamento, para o filho durante a gestação, parto ou amamentação

    É muito importante ressaltar que a solidariedade e o combate à discriminação são a fórmula básica para minimizar as dificuldades dos trabalhadores portadores de HIV ou Aids. E para isso é muito importante nos informarmos o máximo possível sobre o tema, sabendo que uma pessoa com HIV/AIDS deve ser tratada com o mesmo respeito que uma pessoa que não tem a doença.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *